Preparando os instrumentos

Quando estou iniciando meu trabalho tem uma etapa que não posso desprezar: a preparação. Muitas vezes esquecemos a importância dos instrumentos funcionando bem. 

Ultimamente estou resgatando uma habilidade que deixei de lado e que me agrada muito, que é desenhar, expressar visualmente minhas ideias. Quando sento para desenhar gosto de ter os lápis apontados, pincéis e tintas em ordem, o papel escolhido pronto na minha frente. 

Quando vou cozinhar é fundamental ter minhas “ferramentas” em ordem, limpinhas. Facas cortando. Tábua limpa. Porque é muito irritante cortar um tomate com a faca sem fio, não é mesmo?

Da mesma forma, é importante saber manejar todos estes instrumentos: conhecer as técnicas de desenho, conhecer técnicas de culinária. Saber como fazer. Entender bem o uso de cada um dos materiais. 

Falando em técnicas de organização, podemos mencionar aqui o 5S, 5 Sensos, a metodologia japonesa de melhoria contínua. Dentre os Sensos, temos “Seiri”, o Senso de Utilização, que, entre outras ideias, incentiva o melhor uso das ferramentas e materiais. Sugere que ao entender como funcionam podemos usá-los de modo adequado e otimizado.

Saber manejar bem os pincéis, ter a curiosidade de misturar cores e perceber o efeito das manchas. Buscar combinações inusitadas na cozinha, trazer novos temperos e se deliciar com sabores e aromas gostosos. 

O aprendizado não é fácil e demanda esforço. Tentar muitas vezes, errar e aprender com os erros. Ter a consciência de que para conseguir alcançar o resultado que quero, vou precisar praticar bastante. E muitas vezes surgem coisas legais a partir de um “erro”.

Para que possamos deslanchar é fundamental ter a técnica adequada e nossos instrumentos em ordem. Um desenho bonito. Uma refeição gostosa. 

Esta é a melhor forma para começar.